Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.uca.edu.ar/handle/123456789/3651
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorManzatto, Antonioes
dc.contributor.otherJornadas Diálogos : Literatura, Estética y Teología (4ª : 2010 : Buenos Aires)es
dc.contributor.otherUniversidad Católica Argentina. Facultad de Filosofía y Letras. Facultad de Teologíaes
dc.coverage.spatialSIGLO XXes
dc.date.accessioned2019-06-01T17:56:47Z-
dc.date.available2019-06-01T17:56:47Z-
dc.date.issued2010es
dc.identifier.citationManzatto, Antonio. “Teremos ainda algum país? Reflexões sobre o bicentenário a partir de Não verás país nenhum de Ignácio de Loyola Brandão” [en línea]. Jornadas Diálogos : Literatura, Estética y Teología : Miradas desde el bicentenario : Imaginarios, figuras y poéticas, IV, 12-14 octubre 2010. Universidad Católica Argentina. Facultad de Filosofía y Letras, Buenos Aires.. Disponible en: http://bibliotecadigital.uca.edu.ar/repositorio/ponencias/teremos-ainda-algum-pais.pdf [Fecha de consulta: ….]es
dc.identifier.urihttps://repositorio.uca.edu.ar/handle/123456789/3651-
dc.description.abstractCelebrar duzentos anos de país, além de olhar para os caminhos percorridos, é também ocasião para a reflexão sobre seu futuro, a projeção de novas trilhas, a afirmação de ideais. Olhar o passado faz entender o presente, mas, para não ser paralisante, deve projetar luz para que se desenhe e se construa o que virá. A projeção de ideais sempre foi terreno fecundo para a literatura; pensar o futuro, o que não está aí e que ainda não é, parece ser a especialidade do poeta, “que sonha o que vai ser real”. A profecia não está distante, pois já a antiguidade afirmava o sonho como o anúncio do futuro. A teologia, em especial a cristã, afirma a presença de Deus na história humana, em eventos históricos. Para o cristianismo, a criação é um evento, assim como a encarnação e a redenção; a realidade humana e histórica é portadora de Deus, que penetra tal cenário, plenamente, na pessoa de Jesus de Nazaré. Em termos teológicos, portanto, celebrar duzentos anos é enxergar os caminhos pelos quais Deus vivenciou sua aliança conosco e nos possibilitou sermos o que somos...es
dc.formatapplication/pdfes
dc.language.isopores
dc.rightsAcceso Abiertoes
dc.rights.urihttps://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/es
dc.sourceJornadas Diálogos : Literatura, Estética y Teología. Miradas desde el bicentenario : Imaginarios, figuras y poéticas (4ª : 2010 : Buenos Aires)es
dc.subjectBrandão, Ignácio de Loyola, 1936-es
dc.subjectLITERATURA BRASILEÑAes
dc.subjectTEOLOGIAes
dc.subjectCRITICA LITERARIAes
dc.titleTeremos ainda algum país? : reflexões sobre o bicentenário a partir de Não verás país nenhum de Ignácio de Loyola Brandãoes
dc.typeDocumento de conferenciaes
uca.pathFacultad de Filosofía y Letras|Jornadas: Diálogos entre Literatura, Estética y Teología|2010es
uca.disciplinaLITERATURAes
uca.filename/home/data-uca-generic/folder_generic/Jornadas-Dialogos/2010/teremos-ainda-algum-pais/metadata.xmles
uca.issnrd1es
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextopen-
item.fulltextWith Fulltext-
Appears in Collections:JDLET 2010
Files in This Item:
File Description SizeFormat
teremos-ainda-algum-pais.pdf662,27 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Show simple item record

Page view(s)

40
checked on Apr 15, 2021

Download(s)

14
checked on Apr 15, 2021

Google ScholarTM

Check



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons